O MUNDO DAS FRALDAS!

0

babies-in-diapers-posters

Imagine o mundo sem fraldas descartáveis. Imaginou? Agora pense que essa realidade foi vivida pela maioria das nossas mães e avós. Minha mãe, por exemplo, só usava as descartáveis para sair, pois era muito caro. Já a senhora que me ajudava aqui em casa, tem três filhos de idades próximas, sempre trabalhou como diarista e só usou fraldas de pano! Que loucura, algo que para mim parece surreal! Eu ficaria louca lavando cinquenta fraldas por semana sujas de cocô e sem máquina de lavar. Meu Deus, e como arrumar tempo para lavar as outras roupas?! Vamos todos juntos agradecer a Deus por ter dado sabedoria ao homem para criar as fraldas descartáveis! E obrigada Senhor por eu ter nascido nessa época!

Agora, falando sobre elas, já usei todo tipo de fralda descartável na Raquel e no André (hoje com nove e seis anos), por isso posso palpitar bastante. Sobre a ordem de qualidade (pra mim, pois isso é muito pessoal) coloco em primeiríssimo lugar a Pampers e Turma da Mônica, em segundo, Pompom e Loney Toones e, em terceiro, Jhonson`s e as “tabajaras”. A Pampers e Turma da Mônica dificilmente vazam e aguentam bastante tempo. Agora, as que estão em segundo lugar, são bem boas, mas de vez enquando vazam. Já as “tabajaras”, vazam beeeem mais rápido, mas dá pra usar em casa, sem problemas, só que você precisa ficar de olho (lembrando que essa dica é de uma mamãe que usou fraldas nos filhos há quatro anos atrás, talvez tenham outras opções mais atuais no mercado).
Nos meus dois chás de bebê eu fiz “chá fralda” aí ganhei todo tipo de marca e usei todas! Com a Raquel nunca precisei usar fralda noturna, nunquinha mesmo. A noite eu usava fraldas de marca melhor e só de vez enquando vazava. Agora, com o André, desde o primeiro mês precisei usar as noturnas, pois os menino fazem xixi só na frente, se concentrando só em um lugar, por isso vaza mais fácil. Tenho a impressão que meninos fazem mais xixi que as meninas, será? Já a filha de uma conhecida, nem a Pampers Noturna aguenta, pois ela toma muito leite antes de dormir. Um segredinho nesses casos,é comprar um tamanho maior.
Bom, algumas fraldas causam assaduras em alguns bebês, mesmo as de ótima qualidade. Tenho uma vizinha que o bebê tem alergia a Pampers, e eu disse pra ela: “Sorte sua! O bumbum dele é mais humilde…” Se o seu bebê tiver alergia, que normalmente vem em forma de assaduras fortes (as vezes até sangra), você vai ter que ir testando as marcas, até encontrar as que ele se adapte. Torça pra ele ter o bumbum humilde! O dos meus, é aquele tipo de bumbum vira-lata, nunca tiveram alergia.
Uma pomadinha ótima para tratar (não prevenir) assaduras fortes, é a “nistatina”, mas ela não pode ser usada mais de três dias seguidos, segundo a pediatra das crianças. E para prevenir, Dermodex e Hipoglós são ótimas. Passe em cada troca de fralda, mas não encane. Várias vezes deixei de passar nos meus por causa da correria e nunca aconteceu nada. Ah, nas meninas, passe só no bumbum, virilha e dobrinhas, não passe por dentro, pois pode entupir o canalzinho da urina.
Outra coisa que pode dar alergia ou assaduras, são os lenços humedecidos, pois vêm com uma certa química que pode dar alguma reação na pele do bebê. Por isso, eu sou a favor dos “algodões humedecidos”. Em casa eu sempre usei algodão com água (da torneira mesmo) nos meus filhos e eles nunca tiveram problemas. Os lencinhos, eu só usava para sair, o que é uma economia pro seu bolso também. Com a Raquel, nunca precisei comprar lenço humedecido, pois ganhei muitos no chá fralda e como eu só usava para sair, eles duraram dois anos, fque oi quando ela saiu da fralda. Com o André, estou um pouco mais relaxada, por causa da correria e de vez enquando, uso lenço em casa quando os algodões acabam. Já a minha irmã e minha prima, sempre usaram lencinhos em casa e também nunca tiveram problemas, por isso, é você quem vai decidir o que é melhor para o seu bebê. Mas fica aí a minha dica!
Agora, a quantidade de fraldas por tamanho, varia. Por exemplo, a Raquel usou fralda P até três três meses, já o André, usou até os dois. A “M”, a Raquel usou até uns sete meses, e o André, com seis meses, estava passando para a “G”. Vai depender muito do tamanho do seu filho. Mas falando de quantidade, a média é de seis fraldas/dia, ou seja, 180 fraldas/mês e 2.160/ano. Se o seu filho usar fraldas até dois anos, como a minha mais velha, serão 4.320 fraldas ao total. Agora faça uma continua rápida pensando que os pacotes de fraldas custam em média R$ 30,00. Loucura né? 

Outro detalhe, você sabia que cada fralda leva em média 450 anos para sua decomposição? Pensando nesse sentido, as fraldas de pano moderninhas são uma saída perfeita para o bolso e também para o planeta! Elas possuem fechamento similar aos das fraldas descartáveis e, ao contrário do que muitos pensam, têm pouquíssimas chances de vazamento se ficarem bem ajustadinhas. São laváveis, dá um trabalhinho, ainda mais com os cocôs melequentos que mancham… Mas é muito pessoal, depende da consciência de cada um.

fraldasdipano2

E pra finalizar o post, deixo o conselho que valioso: ao invés de pedir mamadeiras, roupinhas ou chupetas no seu chá de bebê, peça fraldas, lenços humedecidos, pomadas e algodões. O seu bolso agradece! 🙂
Share.

About Author

Daniela Marques é escritora, esposa e mãe de dois. Formada em Design de Interiores e graduanda em Psicologia. Edita e desenvolve conteúdo para os blogs 'Salve Meu Casamento' e 'Educando na Contramão'. Autora dos livros O coração vermelho, Tem princesa que..., Iguais e diferentes e Quando nasce um coração. Ama o que faz! Conheça também suas obras infantis em: Facebook/DaniMarquesEscritora e @danimarques_escritora