ENSINE SEU FILHO A FAZER ESCOLHAS SÁBIAS

0

As escolhas de hoje fazem o nosso amanhã. Tenho a liberdade de seguir por um caminho que sei ser o correto ou posso passar por cima da razão, dando voz e autoridade aos desejos e emoções, mas de toda maneira sofrerei as consequências, sejam elas boas ou ruins. Pessoas inteligentes fazem escolhas inteligentes. Os insensatos agem sem pensar. Quero com esse texto trazer uma breve reflexão sobre como podemos formar nossos filhos para que façam boas escolhas no futuro.

Como diz o ditado, “é de pequeno que se torce o pepino”. Ofereça a seu filho já bem cedo oportunidades de escolha, e permita que ele aprenda com a realidade. É importante que essa atitude se torne um estilo de vida em sua dinâmica familiar. Ficar gritando, ameaçando, distribuindo chineladas e beliscões não educa, apenas desgasta, cansa e estraga. Durante os desafios do dia-a-dia, domine a língua e o tom de voz. Pesquisas dizem que crianças absorvem apenas as primeiras dez palavras ditas pela mãe (ou responsável), portanto, nada de sermões! Serão apenas palavras ao vento.

Compartilho com vocês algumas sugestões de como ensinar seus filhos a fazer escolhas sábias:

“Filho, coloque a blusa antes de sair”. Se ele não quiser, reclamar ou ficar argumentando, abaixe na altura de seus olhos e diga: “Você tem duas escolhas, escutar o conselho de sua mãe e colocar a blusa ou fazer o que acha melhor e passar frio lá fora. O que escolhe?” Deixe que ele faça a escolha. Se sair sem blusa, a realidade vai ensiná-lo e escutar o seu conselho da próxima vez. Não se culpe por vê-lo com frio. Acredite em mim, quem ama exerce a disciplina!

Outro exemplo: “Filho, você tem duas escolhas, comer este prato de comida agora ou ficar de estômago vazio até a próxima refeição. Nada de leite, bolachas ou doces.” Se ele decidir não comer, aguente firme e só deixe-o comer na próxima refeição. “Mas Dani, que dó! Ele vai passar fome!” Fique tranquila, ele está aprendendo com a realidade. Dá próxima vez vai pensar duas vezes antes de deixar a comida no prato. Se der moleza e oferecer um danone ou fruta nesse intervalo, terá destruído com as próprias mãos a oportunidade do aprendizado.

“Filha, termine sua lição agora ou vai ficar sem TV o resto do dia. Também não vai poder sair para brincar.” Não é ameaça, mas opção de escolha. Não é essa realidade que ele vai encontrar lá fora quando for adulto? Se ele não terminar a tarefa, cumpra com sua palavra. Aqui em casa minha mais velha aprendeu. Só pode brincar com as amiguinhas ou assistir TV após a lição de casa. Demorou alguns meses para aprender com a realidade, mas hoje, corre para o quarto com a mochila depois do almoço. Não preciso falar nada.

Agindo dessa forma, seu filho estará sendo educado para viver em sociedade. O caráter é formado na primeira infância. O momento de inculcar valores é agora! Se deixar para depois, será tarde demais… Acredite no que estou dizendo, seu dia-a-dia vai ficar mais leve, a rotina mais tranquila e seu filho mais maduro nas decisões.

Você também tem uma escolha a fazer. O que deseja, ver um homem ou mulher fazendo escolhas sábias no futuro ou ter que suportar a dor de ver seu filho(a) sofrendo com a realidade, que é dura e muitas vezes não respeita nem a própria vida? Lembre-se, ele não terá a mamãe por perto para protegê-lo na adolescencia e vida adulta. É hora de agir!

Dani Marques

Share.

About Author

Daniela Marques é escritora, esposa e mãe de dois. Formada em Design de Interiores e graduanda em Psicologia. Edita e desenvolve conteúdo para os blogs 'Salve Meu Casamento' e 'Educando na Contramão'. Autora dos livros O coração vermelho, Tem princesa que..., Iguais e diferentes e Quando nasce um coração. Ama o que faz! Conheça também suas obras infantis em: Facebook/DaniMarquesEscritora e @danimarques_escritora