O TÊNIS DE RODINHA PODE TRAZER PREJUÍZOS A SAÚDE?

0

Faz um tempo que ando sentindo um incômodo por conta de uma pulguinha chata atrás da orelha, mas como estou fugindo de polêmicas, resolvi ignorar a tal coceira. Eu sabia que o assunto provavelmente renderia algumas boas discussões. O problema é que a bendita pulga cresceu e começou a me incomodar a ponto de me fazer correr atrás de informações. “O tênis de rodinha pode trazer algum prejuízo à saúde das crianças a longo prazo ou isso é bobagem? Se sim, quais seriam eles? Existe uma quantidade diária de tempo seguro para utilização do tênis/brinquedo?”

Decidi então entrar em contato com uma profissional de confiança, a amiga, fisioterapeuta e mãe de três meninas lindas, Sandra Ramos Duarte, que respondeu minhas dúvidas de forma bastante objetiva e esclarecedora:

“Segundo os fabricantes e alguns ortopedistas, o tênis de rodinha pode ser utilizado da mesma forma que o Patins, Skate e Bicicleta, apenas para o lazer e por no máximo 1 hora por dia com a supervisão dos pais/responsáveis, sempre com o uso de equipamentos de proteção como tornozeleiras, cotoveleiras, joelheiras e capacete. O problema é que a grande maioria das crianças não utiliza da forma correta. Quando não estão deslizando, andam na ponta dos pés e isso sim é muito prejudicial. Elas estão em fase de crescimento muscular e esquelético e pisar da forma errada gera muitas alterações estruturais, por exemplo: os ombros vão para trás e a cabeça para a frente, o que altera a angulação da coluna, trazendo prejuízos ao pescoço e lombar, o que aumenta as chances de alteração postural, como a escoliose. Além disso, pode ocorrer o encurtamento em tendões do tornozelo e do pés, causando muitas dores. O uso inadequado também aumenta a incidência de lesão por trauma, como entorses de tornozelo e joelho, pela falta de equilíbrio e a não utilização de equipamentos de segurança. Muitas crianças já estão sendo atendidas por fisioterapeutas em seus consultórios com queixas de dores no calcanhar gerado por esporões, tudo isso pelo mal uso ou uso excessivo desse tênis.” (Sandra Ramos Duarte / Crefito 3/219582- F / Fisioterapia e Terapia Ocupacional)

Bem, a pulguinha atrás da minha orelha não estava tão errada assim… Acho que o alerta é bastante válido e penso que inclusive deveria ser entregue impresso num folheto junto com a caixa do tênis no momento da venda. A grande maioria dos pais ignora esta informação e sem saber estão abrindo espaço para uma série de riscos a saúde de seus maiores tesouros.

Como tudo nessa vida, o importante é ter equilíbrio (há, pegou o trocadilho? rs). Acho que a questão aqui não é proibir a venda e utilização do tênis de rodinha, mas observar para que seja utilizado de forma adequada, com moderação e supervisão! 😉

Daniela Marques – mãe de dois, escritora e idealizadora dos blogs Educando Na Contramão e Salve Meu Casamento. Coordena o projeto infantil O Coração Vermelho, que conta com um livro de sua autoria. Estuda psicologia e psicanálise.

Share.

About Author

Daniela Marques é esposa, mãe de dois e escritora. Edita e desenvolve conteúdo para os blogs 'Salve Meu Casamento' e 'Educando na Contramão'. Idealizadora do Projeto Infantil 'O Coração Vermelho', que conta com um livro de sua autoria. Estudante de psicologia e psicanálise. Ama o que faz!